Superintendente do Shopping Taboao e ouvido pela CEI da Camara

Superintendente do Shopping Taboão é ouvido pela CEI da Câmara


Os vereadores que integram a Comissão Especial de Investigação (CEI) criada para apurar a não construção da alça de saída Shopping Taboão em direção a Embu das Artes convidaram o superintendente do estabelecimento, Carlos Alcântara, para prestar esclarecimentos. Alcântara disse que o estabelecimento já gastou mais de 700 mil em estudos e projetos para a implantação do dispositivo e alegou que a burocracia da ANTT e Cetesb atrasam a implantação do dispositivo.

Durante os trabalhos, os vereadores aprovaram a prorrogação da comissão por mais 90 dias. Houve a  apresentação de documentos anteriormente solicitados pela presidente da CEI, vereadora Érica Franquini. Ela disse que a decisão de convidar o superintendente para prestar esclarecimentos foi necessária para que os vereadores tirassem dúvidas e definissem como vão dar continuidade aos trabalhos.

Os vereadores indagaram o superintendente sobre um ofício remetido pela ANTT dando conta de que não recebeu nenhum projeto relacionado a construção da alça de saída do shopping até a BR, em direção ao Embu.

O vereador Marcos Paulo afirmou que a oitiva deixou claro que alguém está mentindo em relação a remessa dos documentos solicitados pela câmara. Ele avaliou que o fato do superintendente ter atendido o convite da câmara com rapidez mostrava que não era ele quem estava mentindo.

Já o presidente da câmara, vereador José Aparecido Alves, o Cido, disse ter o sentimento de que o shopping não tinha dado a devida importância ao Legislativo e  nem a construção da alça, que é uma reivindicação antiga da população.

 

 

 

social position