Projeto do vereador Marcos Paulo que beneficia motociclistas e aprovado na Camara

Projeto do vereador Marcos Paulo, que beneficia motociclistas, é aprovado na Câmara


O projeto do vereador Marcos Paulo (Pros) que institui em Taboão da Serra a obrigatoriedade de vagas exclusivas para motocicletas em estabelecimentos comerciais, além de guarda pertences para a que os clientes possam deixar seus capacetes e mochilas, foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal na última terça-feira, dia 1°.

O projeto segue agora para sanção do prefeito Fernando Fernandes. A lei será aplicada em locais que ofereçam mais de 40 vagas para carros, sendo que 10% dessas deverão ficar reservadas para as motos. Marcos Paulo disse que essa é uma antiga reivindicação dos motociclistas da cidade.

“A intenção do projeto é garantir certo conforto para os motociclistas, é comum os ver andando com capacetes dentro do Shopping por falta de um local adequado para armazenar esse equipamento de segurança. O motociclista vai ao estabelecimento consumir, gerar lucro para o estabelecimento e não tem uma contrapartida de respeito ou de conforto”.

O projeto obriga apenas os grandes empreendimentos a se adequarem a lei, não afetando os pequenos comerciantes. “Acho justo que a gente coloque essa lei para que os shoppings, supermercados, centros empresariais, grandes lojas de material de construção, entre outros, ofereçam esse serviço”, lembra o vereador.

Marcos Paulo afirmou que após a lei ser publicada, os empreendimentos terão um período para se adaptarem. Caso a medida não seja cumprida, o estabelecimento receberá, em primeira autuação, advertência por escrito. Se houver reincidência multa que vai de R$ 1.500 a R$ 3 mil e até cassação do alvará das atividades no município.

O vereador lembrou que 80% dos estacionamentos dos grandes empreendimentos da cidade são cobrados dos clientes. “Porque eles não podem oferecer um conforto para o motociclista que carrega obrigatoriamente seu equipamento de segurança, que é o capacete?”, argumenta.

 

 

 

 

social position