17 11 15 comissao

Comissão de Finanças discute LOA em Audiência pública


 
A Comissão de Finanças da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizou audiência pública nesta sexta-feira, 13, para apresentar a Lei Orçamentária Anual (LOA) que estima em R$ 719.856.729,07 o orçamento da cidade para 2016. A peça orçamentária tem quase 1.500 páginas e detalha as fontes de arrecadação e os investimentos previstos.

De acordo com o vereador Marco Porta, presidente da Comissão de Finanças, a crise financeira forçou a administração a elaborar o orçamento de 2016 com cautela e dentro da perspectiva de redução da arrecadação.

“O prefeito Fernando Fernandes vem cumprindo seu plano de governo de maneira exemplar. Mas a gente não pode fugir a realidade nacional. Taboão da Serra não está isolada do que acontece no restante do País e nós sabemos que há uma previsão de agravamento da crise”, afirmou Porta.

Ele lembrou que a despeito da crise o governo municipal vai manter e até ampliar os investimentos em saúde e educação. A previsão de repasse para a Secretaria de Saúde é de mais de R$ 156 milhões, que representa em torno de 35% do orçamento. Já a Educação receberá R$ 187 milhões.

“E relação ao orçamento desse ano está havendo uma redução significativa para o ano que vem. Mas, mesmo com dificuldade o prefeito vai manter e até ampliar os investimentos na saúde e educação. O cobertor está curto e não dá pra cobrir um santo e descobrir outro”, disse Porta.

Falando sobre a crise o vereador Carlinhos do Leme afirmou estar na torcida para  que o Brasil e a cidade tenham uma recuperação rápida. “Temos que torcer para essa crise passar. Independente do governo ser PSDB ou PT. Não tem isso para a população. Tem muita gente desempregada e isso faz a diferença na vida das pessoas. Num caso assim a pessoa acaba deixando de pagar o IPTU, o que prejudica a arrecadação e afeta todos”, observou.

O vereador Professor Moreira afirmou estar otimista de que no próximo ano a crise financeira estará resolvida.

social position