Câmara Municipal realiza audiência pública sobre saúde

A Comissão Permanente de Saúde da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizou na manhã desta quinta-feira, dia 24, a primeira audiência pública do ano para debater a necessidade da contratação de mais médicos para as Unidades Básicas de Saúde e o aumento proposto pelo prefeito Fernando Fernandes, que elevaria para R$ 60 a hora trabalhada.

Participaram da audiência pública 11 vereadores: Érica Franquini, presidente da Comissão, Joice Silva, vice-presidente, Professor Moreira, membro e além dos vereadores Cido, Marco Porta, Carlinhos do Leme, Marcos Paulo, Ronaldo Onishi, 

André Egydio, Luis Lune e Eduardo Lopes. A secretária de saúde, Dra. Raquel Zaicaner e o secretário de governo, Cândido Ribeiro, também participaram da reunião que foi aberta ao público e imprensa.

 

A presidente da Comissão, Érica Franquini, disse que durante a semana andou por todas as unidades de saúde da cidade para conhecer de perto a realidade da saúde em Taboão da Serra. “Sabemos das necessidades do aumento do salário dos médicos e não somos contra isso, mas temos que pensar em todas as categorias que fazem parte da saúde, como as enfermeiras, as auxiliares e os odontólogos”, disse.

 

Para a vereadora Joice Silva, membro da comissão de saúde, a audiência foi bastante positiva para que os vereadores de oposição se convençam da necessidade da contratação de mais médicos. “Hoje temos uma necessidade de cerca de 120 médicos para atender todas as unidades de saúde, temos um déficit. Atualmente na rede pública temos apenas 40 e precisamos contratar cerca de 80 a 85 profissionais de várias especialidades”, afirmou.

 

Segundo o vereador Cido, a audiência pública ajudou a quantificar a real necessidade da contratação de médicos, além de melhorar o atendimento nas unidades de Pronto Atendimento, principalmente na PS da Antena. “Hoje temos um serviço caro e de má qualidade que custa R$ 34 milhões por ano para o município. Mesmo com esse gasto absurdo, o atendimento ainda é ruim. O prefeito Fernando Fernandes está buscando uma solução para isso e tenho certeza que a saúde vai melhorar em pouco tempo, mas precisamos ajudar a aprovar as leis”.

 

A secretaria de Saúde, Raquel Zaicaner, parabenizou a Câmara Municipal pela realização da audiência pública e disse que tem certeza que os vereadores estão sensibilizados e vão ajudar a construir a saúde de Taboão da Serra junto com a secretaria. “Hoje o aumento que o prefeito propõe não garante que não teremos problemas daqui a três ou seis meses. Outros municípios já estão oferecendo pisos salariais maiores. Esse assunto vai voltar à pauta outras vezes. Mas acredito que os vereadores entenderam que essa não é uma questão partidária”, disse.

 

A Câmara Municipal irá votar o projeto de aumento no salário dos médicos na primeira sessão ordinária no ano, marcada para o dia 5 de fevereiro, após o recesso parlamentar.

 

________________________________________________________________________

 

Assessoria de imprensa da Câmara Municipal de Taboão da Serra

www.camarataboao.sp.gov.br | www.twitter.com/camarats

 

Janeiro de 2013

 

social position