Audiência Pública discute o valor de contas de energia elétrica e tarifa social em Taboão da Serra

A Comissão Permanente de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizou na semana passada uma audiência pública com representantes da Enel Distribuidora, antiga Eletropaulo, para debater o valor das contas de energia elétrica dos moradores do CSU, no Pq. Pinheiros.

A audiência foi motivada após diversos moradores apresentarem inconsistências nos valores cobrados pela Enel nos últimos meses. “O caso foi levado para a vereadora Priscila Sampaio que nos incumbiu dessa reunião com representantes da empresa e com a população. Vamos exigir que a Enel faça uma verificação desses casos”, disse o vereador Cido da Yafarma, presidente da Comissão, logo no início dos trabalhos.

O diretor de relação institucionais da Enel, Marcos Augusto Mesquita Coelho, compareceu na audiência e ouviu as reivindicações da população do bairro. Entre os esclarecimentos prestados, ele disse que o consumo pode ser maior, em alguns casos, devido a equipamentos antigos que não possuem tanta eficiência energética.

“Tratamos todos como clientes, muitos problemas foram trazidos, muitos deles relacionados a medida e do custo mensal. Existe um compromisso da nossa área de regularização, de visitá-los, fazer uma análise aprofundada para poder tranquilizá-los do consumo efetivo que vem fazendo ou, se for o caso, a substituição de um ou outro medidor”, disse Coelho.

O vereador Cido elogiou a audiência pública e a participação da população que cobrou seus direitos. “A audiência trouxe muita informação para nós, sobre a legislação, sobre os investimentos que são feitos no nosso país, mas nosso objetivo era a discussão de temas pontuais aqui de Taboão da Serra, mas foi muito boa e esclarecedora”.

Cido lembrou que durante a audiência também foi debatido a questão da tarifa social. “Sabemos que uma parcela da população vive em um grau de vulnerabilidade social que não tem condições de pagar uma conta de energia com esse valor tão alto. Queremos rever esses valores, e como são normatizados por lei federal, temos que mostrar para o Congresso que isso precisa ser modificado. As famílias estão se privando de muitas coisas para pagarem contas de 300, 400 reais”.

Estiveram presentes na audiência os vereadores além do presidente da Comissão, vereador Cido da Yafamra, os vereadores Ronaldo Onishi, Eduardo Nóbrega, Érica Franquini, Priscila Sampaio e Rita de Cássia, que é vice-presidente da Comissão. Também participou do debate o secretário de Governo, Olívio Nóbrega.

__________________________________________________________________________

Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Taboão da Serra – Imprensa CMTS
Maio de 2019
Foto: Leandro Barreira / Imprensa CMTS
Legenda: Vereadores de Taboão debateram em audiência pública os problemas das altas tarifas de energia elétrica e a tarifa social com moradores e representante da Enel

social position